sábado, 28 de maio de 2011

3ª MORTE NO MOTEL

MOTEL VIROU SINÔNIMO DE MORTE

PM morre após programa com travesti em motel da Lapa


 Um PM foi encontrado morto na madrugada deste sábado no Hotel Passeio, na Rua Morais e Vale, na Lapa, Centro do Rio. De acordo com agentes do 13º BPM (Centro), o sargento Augusto Cézar de Carvalho Silva, do Batalhão de Choque, teria passado a noite com um travesti no local.
Foto: Severino Silva / Agência O Dia
Possível mal súbito ocorreu em hotel na Lapa
O travesti identificado como Jhony Soares Santana Pereira, de 22 anos foi encaminhado para 5ª DP (Centro). De acordo com as primeiras informações, o sargento teve um mal súbito.
Segundo funcionários do hotel, Augusto, de 51 anos, entrou em um quarto com o travesti por volta das 4h10. Cerca de 25 minutos mais tarde,  Jhony foi embora com autorização do sargento, que teria pedido aos funcionários para ficar no quarto por mais alguns minutos.
Foto: Severino Silva / Agência O Dia
Jhony Soares Santana Pereira prestou depoimento na 5ª DP
Devido a demora do PM para deixar o local, os empregados interfonaram e, sem resposta, foram ao quarto. Lá, encontraram o sargento espumando. O Samu foi acionado, mas, chegando no hotel, já havia sido constatado o óbito.

O travesti foi localizado na Avenida Augusto Severo, onde fazia ponto e retornou ao hotel. Ele presta depoimento da 5ª DP, onde o caso foi registrado.

3 comentários:

sutil cotidiano. disse...

Gal , aqui no brasil coisa errada um faz e o resto copia.Agora matar no motel vai ser a nova onda do momento.

Isaias Medeiros disse...

Ei, cuidado com a boquinha, está insinuando que a travesti matou o policial por que? Só porque é uma travesti? Faça-me o favor!

Anônimo disse...

Gente,quem tem uma mulher assim nao precisa de inimigos